Business Destaque

Tendências para o mercado imobiliário em 2019 – tudo o que você precisa saber

Em meio à crise econômica que afetou o Brasil nos últimos anos, o mercado imobiliário vem se recuperando desde o segundo semestre de 2017. Em 2018, período em que a venda de imóveis teve um crescimento de 10%, o setor passou a ter melhoras gradativas, e as projeções para este ano são bastante positivas. Além da aplicação em fundos imobiliários, este ano pode ser benéfico para quem pretende investir no segmento residencial, com imóveis menores e locações por temporada. No setor comercial, a aposta é priorizar um conceito mais colaborativo.

 

Queda na inflação e juros menores favorecem a compra da casa própria

O otimismo de consumidores e investidores está relacionado com diversos fatores, como a queda da inflação e o crescimento da oferta de crédito imobiliário.

A facilidade em obter crédito para financiamento, atualmente, é resultado de uma redução na taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia). A queda na taxa, que regula as operações de crédito no país, veio como uma estratégia do governo para sair da crise.

Como esse índice também afeta a taxa básica de juros, os consumidores podem adquirir financiamentos a juros menores. A diminuição da taxa de juros pode oferecer mais segurança para que as pessoas invistam em um imóvel.

Além da taxa Selic, a inflação também tem papel importante na regulação do setor imobiliário. Um aumento da inflação pode fazer com que as pessoas desistam de investir em compras a longo prazo. No entanto, os índices vêm diminuindo desde 2018, e a tendência é diminuir ainda mais este ano.

A queda da inflação permite que as construtoras lancem novos empreendimentos e, consequentemente, possibilita que as imobiliárias tenham mais produtos disponíveis. Com um aumento da oferta de imóveis, os preços caem – e quem procura uma residência para comprar acaba se beneficiando.

 

Casa própria: mais liberdade para viver com bem-estar

Tudo indica que 2019 será um ano favorável para quem sonha em sair do aluguel e adquirir a casa própria. Entre os principais benefícios da compra, está a garantia de maior estabilidade – já que imóveis alugados podem sofrer reajustes de preço a qualquer momento ou, até mesmo, ser solicitados de volta pelos proprietários. Diferentemente do aluguel, o preço das parcelas do financiamento imobiliário não pode sofrer ajustes, tendo sempre o valor fixado no momento de compra.

Investir em um imóvel também pode oferecer mais liberdade para realizar reformas e deixar o local do jeito que você idealizou. Muitas pessoas estão procurando espaços de convivência e criando, a partir dessa demanda, salas maiores e mais integradas em imóveis residenciais. Em edifícios comerciais, a estratégia vem sendo construir ou comprar espaços em que seja possível trabalhar em conjunto, de forma colaborativa.

Além da maior integração, há a intensa busca por qualidade de vida – o que torna ainda mais importante a escolha da cidade. Segundo a Macroplan, Florianópolis, centro de atuação da Brognoli Imobiliária, é considerada uma das melhores capitais do Brasil para se viver, com índices socioeconômicos elevados nas áreas de cultura, educação e segurança.

A situação também é favorável para comprar imóveis e usá-los como investimento. Mesmo em grandes crises financeiras, as propriedades imobiliárias são as que menos sofrem desvalorização econômica. Além disso, não podem ser confiscadas (exceto em casos muito sérios de inadimplência), o que confere maior segurança aos investidores.

Afora a grande oferta de residências, é possível comprar outros tipos de imóveis, como salas comerciais e terrenos. A compra destes imóveis para locação é um bom negócio, que pode vir a restituir todo o valor investido e gerar lucro para o proprietário.

 

Investimentos incluem ainda operações práticas e rentáveis

Outra opção rentável para 2019 é o investimento em fundos imobiliários, que nada mais é do que aplicação de recursos no mercado, abrangendo prédios comerciais e shoppings centers.

A principal vantagem dos fundos imobiliários é o baixo valor de investimento. Com um montante suficiente para comprar uma residência, é possível aplicar em diversos fundos, estes por sua vez aplicados em muitos ativos.

Outro grande atrativo é a alta liquidez: ao contrário da venda de imóveis, processo que pode levar meses ou anos, os fundos costumam ser vendidos de forma quase instantânea com uma boa negociação. Mas o mercado imobiliário tem muito mais a oferecer.

 

Investimentos diferenciados

Você já ouviu falar em modelos de construção a preço de custo? Este pode ser o negócio do ano para quem possui poucos recursos e conhecimentos técnicos, mas gostaria de investir em um empreendimento. A partir desse modelo, pessoas podem se unir e criar um grupo de investidores que aplica um valor mensal até que seja concluída a construção de uma  propriedade.

Depois de pronto, e com a valorização do metro quadrado, o imóvel pode servir como ganho financeiro ou até mesmo como espaço a ser utilizado por seus investidores. A Brognoli Imobiliária, que atua há mais de 50 anos no mercado, atua como facilitadora para quem vê nesse modelo uma boa oportunidade de negócio.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *