Dicas

Espaço Pet: benefícios, cuidados e mais!

Conforme dados de 2019 do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística -, cerca de 46,1% dos brasileiros possuem um animal de estimação em casa, dessa forma, cada vez mais o universo pet tem ganhado espaço no comércio e no cotidiano.

Assim, os espaços pets dentro dos condomínios residenciais também têm sido cada vez mais destaque, mas, você sabe exatamente do que isso se trata?

O que é um espaço pet?

O espaço pet é uma área específica para que os animais possam brincar, correr e fazer diferentes atividades dentro do condomínio, onde o principal intuito é de melhorar a qualidade de vida dos bichinhos e de seus donos.

Esses espaços tiveram sua origem em grandes centros urbanos, atendendo assim a necessidade e demanda das famílias que possuem bichinhos de estimação.

Quais são os benefícios de ter um espaço pet no condomínio?

1 – Qualidade de vida para o pet e família

É primordial que as pessoas que possuem pets em casa ou apartamento insiram em sua rotina os hábitos de saírem para passear e brincar com os animaizinhos.

Além da necessidade de gastar energia e socializar com outros bichinhos, esse ambiente alivia o estresse do dia a dia, reduzindo o barulho dentro de casa e os famosos casos de destruição de móveis ou objetos.

2 – Mais conforto para os proprietários

Não há a necessidade de sair do complexo do condomínio, assim, se tem muito mais comodidade, segurança e conforto.

É muito mais simples, rápido e fácil levar o bichinho para um passeio de distração ao redor do local de moradia do que ir a parques ou se expor aos riscos nas ruas e rodovias.

3 – Maior interação entre os vizinhos

Com o compartilhamento desse espaço, há uma maior promoção de contato entre os condôminos, principalmente em um momento de descontração e em sua maioria das vezes, divertido.

Com pets em comum, fica mais fácil de dar oi para aquele seu vizinho de porta, ter uma maior aproximação e assim, investir em uma convivência mais alegre.

4 – Valorização do condomínio

A valorização do espaço pode ser um dos motivos decisivos para a criação do espaço pet, principalmente porque aumenta o valor do imóvel tanto quanto áreas como espaços infantis, por exemplo.

Quais são os tipos de espaço pet?

1 – Dog Agility

Formato mais usado nos condomínios, o Dog Agility é uma área destinada para que cachorros e até mesmo gatos possam brincar com obstáculos, labirintos e túneis.

Assim, gasta-se mais energia, além da possibilidade de contratar profissionais de adestramento, principalmente para quem quer melhorar os hábitos do bichinho dentro de casa.

Geralmente a área escolhida possui um carpete similar a grama, objetos pendurados como pneus e tantos outros itens.

Pet Care

O Pet Care é considerado como um dos estilos que mais exige investimento, além da necessidade de manutenção recorrente.

Nele têm-se a possibilidade de dar banho, tosar e cuidar da higiene do animal de maneira geral, assim, instalar tanques, duchas higiênicas, secador, além de produtos como shampoo, creme e toalhas é o primeiro passo.

Os condomínios que possuem esse serviço costumam contratar profissionais terceirizados, o que facilita a vida dos moradores pela redução de deslocamento e segurança.

Dog Walk

A modalidade de Dog Walk destina áreas específicas do condomínio para que o animal tenha mais liberdade, seja para brincar, correr e se exercitar.

Ela é considerada como uma das mais em conta, simples e de fácil adaptação.

Quais são as manutenções necessárias?

Não existem legislações previstas sobre o espaço pet, assim, pode variar de acordo com o regimento de cada condomínio em específico.

É importante que essa aplicação seja feita em comum acordo e colaboração entre todos os moradores, dessa forma, o monitoramento pode ser realizado pelo próprio síndico ou por empresas terceirizadas responsáveis.

Cuidados necessários em espaços pet

Esteja atento com a segurança!

É preciso que os donos de pets, principalmente cachorros maiores, tenham cuidado com a segurança ao usarem o espaço.

Muitos bichinhos não possuem noção de seu tamanho ou força, sendo assim, devem estar sempre na coleira e em casos específicos, utilizando focinheira.

Saúde em dia

Estar com a cartilha de vacinação atualizada é primordial para que a segurança tanto do próprio pet, quanto dos demais, esteja em dia.

Além disso, para aqueles que possuem pets fêmeas, o cuidado é redobrado! Tenha atenção ao período do cio e evite gestações indesejadas.

Tenha cuidado com a higiene

É importante que os donos estejam preparados para surpresas durante o contato externo, por isso, ter em mãos um saquinho para recolher fezes é essencial.

Assim, prioriza-se a higiene e bons hábitos de convivência entre todos os moradores.

Cuidados com os equipamentos e com as plantas

Como forma de priorizar o bom uso e convívio com as outras pessoas, é preciso ter cuidado com as plantas e os equipamentos existentes no local.

Por isso, não deixe com que seu cachorro morda os aparatos, destrua as plantas e outros objetos, lembre-se que o espaço é de todos para todos!

O espaço pet é uma das principais tendências da atualidade dos condomínios, mas, é preciso organização e cuidado interno para que seja bem aproveitado por todos.

Compartilhar: